Ensinando a fazer as necessidades no lugar correto

Já se perguntou como fazer para ensinar seu cãozinho a fazer as necessidades no lugar certo? Por onde começar? O que é preciso fazer?

 

 

Para ajudar a esclarecer suas dúvidas, segue um roteiro completo de como programar seu cão para fazer suas necessidades exclusivamente numa folha de jornal.

A natureza programou os seres para se completarem num ciclo fechado. Através da ciência da ecologia pudemos estudar esse equilíbrio e perceber que os animais (exceto o homem) têm necessidade de eliminar seus excrementos em lugares onde a natureza possa absorvê-los e reaproveitá-los: a terra, mato, grama etc. 

Por essa razão, em casa, os cães fazem suas necessidades nos lugares absorventes mais parecidos com a terra: o seu tapete. Nós vamos utilizar o jornal que também é absorvente, barato e prático, basta embrulhar e jogar fora.

Este método foi cuidadosamente planejado para não falhar, mas não adianta fazer algumas coisas e outras não. Cada etapa deste roteiro é criteriosamente estudada para a obtenção do resultado desejado e absolutamente imprescindível.

 

 

 

PARA ENSINAR SEU CÃOZINHO A FAZER AS NECESSIDADES NO JORNAL SIGA O SEGUINTE ROTEIRO:

 

1. Confine durante 15 dias o seu cachorrinho num recinto onde ele irá fazer suas necessidades, comer, dormir e brincar. 

IMPORTANTE: confinamento não é prisão nem castigo. Confinado seu cão já está, pois não acredito que você deixe a porta da rua aberta para ele sair e voltar quando quiser. O confinamento é apenas uma redução do espaço de trabalho.

2. Forre toda a área do confinamento com jornal. Onde ele irá fazer? Sem opções, num jornal! Se ele começar a rasgar o jornal, umedeça-o um pouco, com um borrifador desses de molhar plantas, para eliminar aquele barulhinho gostoso do jornal rasgando. Se ainda assim continuar rasgando, molhe o chão antes de forrar. O jornal grudará no chão e rasgar não terá mais graça alguma.

3. Limpe e substitua o jornal sujo logo que o cão usar. Sempre!!! Seu cão precisa ter a sensação que suas necessidades foram absorvidas.

4. Você perceberá que ele escolherá para dormir, um cantinho o mais longe possível da saída, fará suas necessidades em outro cantinho o mais próximo da porta de saída e irá brincar em outros lugares. 

5. Desde que você troque o jornal, ele fará sempre no mesmo lugar. Se você não trocar, ele jamais irá fazer suas necessidades sobre as antigas. Por ter que rodar antes de defecar, escolherá outro lugar e seu plano de condicionamento estará perdido.

6. Quando esse comportamento se tornar padrão, retire o jornal de onde ele escolheu para dormir e substitua o jornal por um paninho ou uma caminha. 

7. Ele irá dormir no paninho, comer, brincar e fazer suas necessidades no jornal, sempre no mesmo lugar, desde que você troque sempre o jornal sujo.

8. Aos poucos, retire o jornal de onde ele escolheu para brincar e comer, até você perceber que sua mira melhorou e que consiga fazer numa só folha aberta de jornal.

9. É a hora de começar a liberar o seu cachorrinho, sempre após as refeições e após ter feito suas necessidades, em liberdade vigiada. Voltando a confiná-lo, no início, 15 a 20 minutos após, que é o tempo necessário para encher novamente a bexiga. A liberação após fazer xixi funcionará como prêmio.

10. Vá aumentando gradualmente o tempo fora do confinamento. Quando você perceber que ele procura, sozinho, o jornal para fazer suas necessidades, você poderá deixá-lo completamente solto. 

11. Os cães gostam de ficar perto dos seus donos. É também importante que você entre na área do confinamento e brinque um pouco com ele para que não tenha a sensação de estar de castigo.

 

12.  - Para escolher outro lugar diferente do que o cão escolheu, basta mover o jornal diariamente por 10 cm na direção do lugar escolhido para o banheiro canino definitivo

 

 

 

MEU CÃO JÁ FAZIA TUDO CORRETAMENTE E TEVE UMA RECAÍDA

Algum motivo gerou essa recaída, mas não dá para descobrir o motivo. Seria necessário fazer um monte de perguntas.

Quando um cão tem uma recaída, não importa o motivo, o procedimento correto e esquecer que um dia ele sabia fazer xixi no jornal e refazer a técnica do confinamento.

Nesses casos, não são necessários os 15 dias. Muitas vezes com apenas um ou dois dias o problema fica resolvido.

O mais importante é, no primeiro dia fora do confinamento, deixá-lo sair somente após ter feito as necessidades no jornal e 15 minutos após, antes que a bexiga se encha novamente, recolocá-lo no confinamento, soltando-o depois de fazer novamente.

 

 

 

CONTRARIANDO AS LEIS NATURAIS

 

Se seu cão vive numa área que tem piso revestido e gramado, mas só faz no piso revestido?

Alguns cães contrariam as leis atávicas naturais, principalmente os que viveram suas primeiras experiências, após a fase da limpeza pelas mães, em locais sem verde ou terra.
 

Ensine-o por etapas
- Primeiro ensine-o a fazer no jornal sobre a área indesejada (siga as instruções do roteiro do confinamento).
- Depois, numa segunda etapa, coloque o jornal, 10 cm por dia em direção ao local desejado.
- Quando ele estiver fazendo no jornal, que está sobre a grama, comece a rasgar o jornal em pedaços cada vez menores de maneira que, aos poucos o jornal se misture com a grama.
- Numa terceira etapa coloque cada vez menos jornal até eliminá-lo completamente.

 

 

 XIXI NA MARCAÇÃO DE TERRITÓRIO

O método do confinamento é excelente e resolve maravilhosamente bem, mas não resolve para a marcação do território.

1. Existe uma grande diferença entre fazer xixi por necessidade e levantar a patinha para marcar território.

Todos os machos inteiros, quando atingem a puberdade sentem a necessidade de se autoafirmar e marcar seu território. É um comportamento instintivo inerente à sua condição de macho. Entre os lobos, ancestrais do cão, os machos demarcam seu território com a urina uma só vez e só repetem se outro macho urinar por cima.

O combustível que move esse comportamento é a testosterona produzida pelos testículos. Por isso o confinamento não resolve o problema da marcação do território. Para isso, indica-se a castração.

2. Se você brigar com ele, vai ensinar "apenas" que VOCÊ NÃO GOSTA que ele faça xixi, mas não vai conseguir explicar que não pode fazer xixi naquele lugar. Na hora ele ficará com medo, mas depois que o medo passar e você não estiver presente ele fará xixi novamente. Aprendeu a fazer escondido e o ato será interpretado como falta de vergonha na cara.

3. Se você apenas falar com ele, sem estar zangado, ele interpretará como um convite à brincadeira, pois os cães brincam, uns com os outros, de luta zangando-se uns com os outros.    

 BEM, AGORA AS SOLUÇÕES!

 

 

Solução 1 – Deixá-lo marcar seu território - depois que o cão marca seu território essa necessidade passa, desde que esta marcação seja respeitada. Você não deve ligar, nem limpar. Você poderá limpar, mas jamais zangar com ele pelo que ele fez, caso contrário ele terá a necessidade atávica de marcar novamente. Quando ele não estiver vendo (quando estiver fora), seque a urina com um secador de cabelos e ela não terá aquele odor forte de urina decomposta. Se ele conseguir marcar seu território e vocês respeitarem a marcação, não repetirá.

Solução 2 - Castração - se ele não for utilizado como padreador, mas apenas como amigo e companheiro da casa, uma vez castrado ele não mais terá a necessidade biológica de marcar seu território, se tornará mais agradável e não irá querer mais ser o líder da família.

A castração, exatamente por excisar os testículos, interrompe a produção da testosterona, e conseqüentemente, com a marcação de território, mas não é uma solução instantânea. Os efeitos da castração demoram de 30 a 180 dias para serem notados porque a testosterona já produzida anteriormente à castração ainda circula na corrente sangüínea e seu consumo leva esse tempo.

Produtos do tipo Pipidog são engano. Propaganda enganosa. Não funcionam em hipótese alguma. É jogar dinheiro fora.

A solução ideal é castração + método do confinamento.

ENSINANDO SEU CÃO A FAZER NECESSIDADES NA RUA

Como tudo o que se relaciona com cães, é bem simples, bastando entender o funcionamento do organismo deles...

Em primeiro lugar, você deve normatizar os horários para beber e comer, pois a cada ingestão corresponde a uma excreção, que com o condicionamento, podem ser acumuladas.

Os horários devem ser estabelecidos de acordo com a sua conveniência e disponibilidade para ir à rua.

Os cães, que têm seus sistemas digestores trabalhando regularmente defecam em até 40 min. após as refeições. Quando ingerem alimento todo o sistema digestor começa a funcionar, e apesar de o processo inteiro levar cerca de doze horas, cada entrada de alimento provocará uma saída. Cães que comem o dia inteiro defecam várias vezes ao dia.

Com o controle da urina é um pouco mais complicado e depende muito da idade do cão. Cães mais jovens urinam com maior freqüência. Filhotes urinam a toda hora.

O processamento da urina leva, em média, de 20 a 40 min. desde a ingestão do líquido. Como os cães bebem água a todo instante, fica mais difícil prever o momento da vontade de urinar.

O condicionamento mais efetivo se fará com o tempo. Cães são animais muito limpos e detestam urinar próximo ao local onde dormem. Além disso, os cães gostam de urinar sobre a urina de outros cães, assim só o fato de levá-lo à rua já desencadeará o desejo de urinar fora. No começo, você deve levá-lo de hora em hora para dar uma voltinha.

Nunca se esqueça de levar um saquinho plástico para recolher as fezes!

  

 

COMO ENSINAR SEU CÃO A FAZER XIXI NO PIPI-DOLLYS - O BANHEIRINHO DOS CÃES

 

O processo não é instantâneo e requer alguma paciência e alguns perdões por eventuais erros durante o aprendizado. O cão já deve saber fazer no jornal.


1- Inicialmente cubra todo o pipi-dollys com jornal para que ele aprenda a subir esse minúsculo degrau, que embora minúsculo, é um degrau.

2- Quando ele se acostumar a fazer no pipi-dollys totalmente coberto com o pipi-dollys recorte o jornal deixando um centímetro em toda a volta, de maneira que o cão veja o equipamento antes de chegar no jornal. 

 

3- Não tenha pressa. Quando fazer xixi no jornal sobre o pipi-dollys for rotina, comece a diminuir, pouco a pouco de maneira que o cão nem perceba, o tamanho do jornal e coloque jornal forrando o fundo da bacia de recolhimento.

4- depois de um determinado tamanho nem será necessário colocar o jornal sobre o estrado vazado.

XIXI NA VASILHA DE COMIDA

1. Este comportamento está incluído na marcação de território/propriedade.

2. Com a mesma atitude, alguns cães urinam dentro da vasilha de comida para impedir que seja aproveitada depois que ele acabar. Esse comportamento é muito comum, na maioria das vezes quando há outros cães convivendo no mesmo território, mas alguns fazem mesmo quando são filhos únicos.

3. Se você se zangar de verdade vai ensinar "apenas" que VOCÊ NÃO GOSTA que ele faça xixi, mas não vai conseguir explicar que não pode fazer xixi dentro da vasilha onde ele come. Na hora ele ficará com medo, mas depois que o medo passar e você não estiver presente ele fará xixi novamente. Ele aprendeu a fazer escondido e o ato será interpretado como falta de vergonha na cara.

4. Se você apenas falar com ele, sem estar zangado, ele interpretará como um convite à brincadeira, pois os cães brincam, uns com os outros, de zangar. Ele vai adorar ver você zangado e irá repetir sempre.

BEM, AGORA AS SOLUÇÕES!

Solução 1 – Prestar atenção e remover a vasilha assim que ele terminar sua alimentação. Com esse procedimento repetido por algumas semanas ele esquecerá esse comportamento e não mais repetirá.

Solução 2 – Distração – assim que terminar de comer você pode chamá-lo para brincar. Você deve, ocupar sua mente com outra coisa de maneira que com o tempo se habitue a brincar depois de comer em lugar de fazer xixi na cumbuca.

Solução 3 – Castração – como visto em temas anteriores.

 

 

 

 

Fonte: http://forum.adestradoronline.com/showthread.php?9672-Manual-m%E9todo-do-confinamento