TROCA DE RAÇÃO É COISA SÉRIA!

Quando falamos sobre a troca de ração dos cães, estamos falando de um assunto sério. Assim como nós, humanos, precisamos seguir uma alimentação saudável e qualquer deslize pode causar alguns efeitos indesejáveis, com os nossos pets também acontece, e é necessária muita atenção!

 

 

Muitos são os motivos que levam a necessidade de trocar de ração. Pode ser para oferecer mais qualidade na alimentação; o cão pode ter desenvolvido algum tipo de alergia a determinada ração; a acessibilidade para adquirir a mesma ração; o cãozinho pode estar recusando, as fezes apresentam-se moles...entre outros.

 

 

Uma coisa é certa, a orientação veterinária ao tomar esta decisão deve ser procurada. O profissional poderá orientar levando em conta seus motivos para a troca e o bem-estar do animal.

 

 

E o mais importante! Nunca deve-se deixar a ração antiga terminar para inserir outra de imediato na alimentação do peludo. A troca de ração é um processo de adaptação. Temos que levar em conta que o organismo dos cães é sensível e uma simples troca brusca pode acarretar em problemas na sua saúde, como diarreia, vômitos e desidratação.

 

 

Mas, e como proceder?

 

 

Basta seguir a seguinte dica:

 

 

1º e 2º dias – 75% da ração atual + 25% da ração nova
3º e 4º dias – 50% da ração atual + 50% da ração nova
5º e 6º dias – 25% da ração atual + 75% da ração nova
7º dia em diante – 100% da ração nova.

 

 

Uma boa alimentação é a base para uma vida saudável. A ração contém todos os nutrientes necessários para o seu cãozinho. Cuide bem do seu peludo!